Um encontro marcado com palavras....

Medo

Fiquei pensando sobre o medo toda a manhã até começar a sair uma fumacinha da minha cabeça.
Muitos grandes homens na Bíblia tiveram medo. As circunstâncias da vida às vezes são assustadoras e é natural ficar com medo. Podemos ter duas reações perante o medo: deixar que nos domine entregar a Deus
Deus sempre recomenda a todos que não temam.
Obviamente temos um tipo de medo que deve ser encorajado, para não nos colocarmos em situações perigosas, mas o medo que nos paralisa para agir deve ser não somente desencorajado, mas totalmente aniquilado dentro de nós.
Pensando no medo que nos paralisa pude imaginá-lo como uma torneira que vai se fechando até que a água pare de correr.
Conclui que o nosso medo, esse que nos paralisa, fecha a torneira das bençãos e, nos separa da fonte que jorra sem cessar, não porque a fonte seque, mas porque o medo fecha a torneira por onde escorre a água que tem o poder de saciar a sede.
Fora medo! A fonte das águas nunca cessará! Confiar em Deus é uma recusa de se entregar ao medo. É voltar-se a Deus mesmo nos tempos de escuridão e confiar que Ele vai consertar as coisas.
Graça Coelho

Share:

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigado por nos visitar
Volte sempre
Portal da Graça

Quem sou

Quem sou
Sou uma peça, entre muitas, do grande exército de Deus, que se move em Seu tabuleiro, seguindo as regras do Seu jogo.

Postagem em destaque

A vida ensina

“O bom senso o guardará, e o discernimento o protegerá.” (Provérbios 2.11) Algumas vezes deixamos de dar atenção à voz de Deus e c...

Arquivos